Turquia | Istambul: cidade de múltiplas atrações

[Publicado em 05/04/2019]

Assentada entre os continentes europeu e asiático, Istambul, fundada como Bizâncio em 658 a.C. e rebatizada como Constantinopla em 330 d.C., é daquelas cidades do mundo que precisam de vários dias para serem minimamente conhecidas, tamanho o número de atrações históricas, arquitetônicas, arqueológicas e culturais a serem visitadas.

A monumental Santa Sofia (Hagia Sophia) é a mais reluzente entre todas elas, não só por se tratar de uma das maravilhas do mundo antigo que ainda permanecem em pé, mas também por sintetizar como nenhuma outra a complexa história dessa espetacular cidade.

Construída entre 532 e 537 d.C., Santa Sofia, cujo nome é uma homenagem à sagrada sabedoria, reinou como a maior catedral católica do mundo por quase mil anos até ser transformada em mesquita depois da conquista de Constantinopla pelos turcos-otomanos em 1453 – evento que, para alguns historiadores, foi tão importante que marca o fim da Idade Média na Europa. Nesse período, a construção foi modificada, ganhando, por exemplo, quatro minaretes. Santa Sofia permaneceu como mesquita até ser secularizada e reaberta como museu em 1935 por Mustafa Kemal Atatürk (1881-1938), estadista que fundou a República da Turquia e é reconhecido pelas reformas que modernizaram e ocidentalizaram o país.

Istambul
Hoje um museu, a monumental Santa Sofia, cujo nome é uma homenagem à sagrada sabedoria, foi construída entre 532 e 537 d.C.

Localizada no coração do distrito de Sultanahmet, a Cidade Velha de Istambul, Santa Sofia fica na frente de outra atração significativa da cidade: a Mesquita Azul. Magnífica obra arquitetônica, foi construída entre 1609 e 1616, sendo revestida em seu interior com 36 mil azulejos. A mesquita se tornou famosa também por seus seis minaretes, que podem ser vistos de vários cantos da cidade.

Istambul
A Mesquita Azul: espetacular exemplo da arquitetura clássica otomana

Não é à toa que muitos turistas preferem se hospedar em Sultanahmet. Ali também ficam o Hipódromo, onde ocorriam, na antiga Constantinopla, as populares corridas de bigas – hoje apenas uma praça onde se destaca o intacto Obelisco de Teodósio, feito no Egito Antigo –; e a Cisterna Yerebatan, que ganhou fama recentemente por ser o lugar onde acontece o desfecho do livro Inferno, de Dan Brown, bem como de sua versão cinematográfica.

Mais uma atração do distrito de Sultanahmet é o Palácio Topkapi. Antiga residência dos sultões, o hoje museu mantém abertos vários ambientes para visitação e tem uma vasta coleção de tesouros da coroa turca, objetos de arte, carruagens, armas e louças, além de relíquias sagradas, como ossos do braço e do crânio de São João Batista e pelos da barba e marcas da pegada do profeta Maomé. É possível também visitar o harém e lindos pátios ao ar livre.

Istambul
É possível passear pelos ambientes e pátios ao ar livre do magnífico Palácio Topkapi

NA HORA DAS COMPRAS

Istambul tem ótimos lugares para compras, como Istiklal Caddesi, rua de comércio e lazer localizada no coração do distrito histórico de Beyogluu, e Divan Yolu, em Sultanahmet, repleta de restaurantes e boas lojas, mas visitar o Grand Bazar, com centenas de vielas e uma fascinante variedade de produtos, joias, tapetes, têxteis, artesanatos e especiarias, é algo incrível.

No Grand Bazar, inaugurado na metade do século 15, tudo é superlativo: cerca de 3.600 lojas e barracas, aproximadamente 20 mil pessoas trabalhando, número de visitantes que varia, dependendo da fonte e do período do ano, entre 300 mil e 500 mil por dia… Uma experiência divertida é pechinchar para conseguir os melhores preços com os comerciantes.

Istambul
O multicolorido, fascinante e milenar Grand Bazar: visita obrigatória na cidade

Por falar em experiência, umas das mais memoráveis é fazer um agradável cruzeiro pelo Estreito de Bósforo, que une o Mar Negro ao Mar de Mármara e separa Istambul em duas partes: europeia e asiática. Durante o passeio, é possível avistar a beleza das mesquitas e palácios da cidade, como Beylerbeyi, residência de verão dos sultões, e Dolmabahçe, o primeiro palácio de estilo europeu em Istambul, construído na metade do século 19 e famoso pela extravagância dos seus interiores, com toneladas de ouro e da prata ornamentando seus tetos e paredes.

Istambul
Uma das atrações do cruzeiro pelo Bósforo é avistar as mesquitas, como a Süleymaniye