Tóquio
olimpíada, cerejeiras em flor e muito mais

Tóquio: olimpíada, cerejeiras em flor e muito mais

Tóquio

[Publicado em 27/09/2019]

Entre 24 de julho e 9 de agosto do próximo ano, todos os olhares do mundo estarão voltados para Tóquio. E não só pela promessa de recordes a serem batidos nas competições em disputa nos Jogos Olímpicos. Um show de tecnologia é esperado, com o amplo uso de robôs para entreter e orientar os visitantes e ajudar aqueles com dificuldades de mobilidade, entre outras funcionalidades.

Apesar de o clima olímpico ser sempre muito contagiante, as reservas para assistir ao evento in loco são muito disputadas e devem ser feitas com a máxima antecedência. Para os que não tiverem essa sorte, vale visitar a cidade antes ou depois das competições, afinal se trata de Tóquio, um dos destinos mais interessantes do planeta. E aqui aquele velho clichê, de cidade de contrastes, é mais do que oportuno. Nenhum lugar do mundo é tão populoso e tão organizado, poucos lugares são tão tecnológicos e tão tradicionais quanto a capital do Japão.

CEREJEIRAS

Entre as tantas tradições da cultura japonesa, o hanami, costume de contemplar a beleza das flores, principalmente das cerejeiras, na primavera, entre o final de março e o início de maio, é uma experiência memorável. O turista que visitar Tóquio no período vai se deparar com um espetáculo de cores, aromas e festivais milenares que celebram o despertar da vida. Menos famoso que o hanami, mas igualmente extraordinário, é o koyo zenzen, a mudança gradual de coloração das folhas para tons de amarelo, laranja e vermelho nos meses de outono, a partir de setembro.

O Jardim Nacional Shinjuku Gyoen é um dos principais lugares para apreciar esses shows da natureza em Tóquio, além de ser um refúgio verde para a paisagem urbana da cidade em qualquer época do ano. Mais uma opção para observação são os jardins do espetacular Palácio Imperial de Tóquio, residência oficial do imperador do Japão.

Tóquio
As cerejeiras deixam ainda mais lindo o Templo Senso-Ji (acima)

ESPIRITUALIDADE

Um traço marcante da cultura japonesa é a espiritualidade. Dois templos na capital representam bem esse aspecto. Instalado no imponente e movimentado Parque Yoyogi – outro refúgio urbano –, Meiji é o maior santuário xintoísta da capital. Construído em homenagem ao imperador Meiji, foi destruído nos ataques aéreos da Segunda Guerra Mundial e reerguido no final da década de 1950, mas sem perder sua originalidade. Mais visitado do país, o templo budista Senso-Ji, também conhecido por Asakusa Kannon, por ter sido erguido em homenagem à deusa da misericórdia Kannon, é absolutamente lindo e um dos mais famosos cartões-postais da cidade.

HISTÓRIA

Quem quer entender um pouco a história do Japão tem duas boas opções de museus. O mais tradicional, e mais antigo de todo o país, é o Museu Nacional de Tóquio – um complexo de edifícios que apresenta coleções de pinturas, esculturas, quimonos, armaduras e espadas de samurais, entre outras peças. Já a história de Tóquio é retratada no Museu Edo-Tokyo a partir de peças originais, maquetes e réplicas de objetos e edifícios, em exposições interativas.

Em contraste, o futuro é o foco de Miraikan, o Museu Nacional de Ciências e Inovação. Trata-se do melhor lugar para conhecer as inovações tecnológicas que estão sendo desenvolvidas no país, já que, no museu, é possível experimentar as últimas novidades científicas.

Tóquio
Três museus imperdíveis da cidade: Miraikan* (acima), o Museu Nacional de Tóquio** (abaixo, à esq.) e o Edo-Tokyo***

COMPRAS

As compras são uma experiência importante para quem visita a cidade e uma chance de explorar seus famosos bairros. Shibuya é o endereço dos grandes shoppings e também onde fica um dos cruzamentos mais movimentados do mundo, com um mar de gente atravessando as ruas em meio a telões gigantes e um show de néon. Comparado à Quinta Avenida de Nova York, Ginza é o bairro das lojas de alto padrão e dos edifícios modernos com seus letreiros luminosos. Já Harajuku é o bairro mais fashion e o lugar onde as tribos urbanas de Tóquio se encontram. Subúrbio da capital, Shimokitazawa é considerado o reduto de hipsters, artistas e empreendedores locais, com pequenas casas de shows, ateliês e ótimos restaurantes.

É claro que ninguém passa por Tóquio sem levar um gadget para casa. Akihabara é a opção de compras mais tradicional, competindo diretamente com Shinjuku, também famoso pelos arranha-céus e a estação de metrô mais movimentada da capital. Shinjuku ainda abriga uma das atrações mais interessantes da agitada vida noturna de Tóquio: a área de Golden Gai, um labirinto composto por centenas de bares minúsculos, muitos deles temáticos, que oferecem todo tipo de comida e bebida.

Agora, quem quer uma experiência de compras, digamos, mais exótica, a pedida é o Mercado de Peixe de Tsukiji, o maior do mundo. Apesar de ter sido mudado de lugar em razão das obras para as Olimpíadas no final de 2016, o mercado ainda mantém as tradições, como o famoso leilão de atum à 5 da manhã, que atrai os turistas mais bem dispostos.

Viu só como não faltam motivos para visitar a cidade em 2020?

DICA DE VIAGEM
Aproveite a viagem a Tóquio para visitar Quioto, a antiga capital do Japão Imperial, hoje conhecida como “Cidade dos Templos” por abrigar uma grande quantidade de templos budistas e santuários xintoístas.

* Foto: cowardlion/Shutterstock.com **Foto: K.Nakao/Shutterstock.com ***Foto:cells/Shutterstock.com

Post anterior
Contiki : Aventure-se com tranquilidade e conforto
Próximo post
Oceania Cruises : uma experiência única com Dom Pérignon

2 Comentários

  1. Avatar
    VANDA ALBUQUERQUE
    14 de outubro de 2019 de 11:08 — Responder

    gostaria de saber o valor do pacote e data
    e valor da passagem executiva.para 01 pessoa

    • Queensberry Viagens
      Queensberry Viagens
      14 de outubro de 2019 de 12:23 — Responder

      boa tarde, Sra. Vanda. Obrigada pelo seu interesse em nossa programação para o Japão e encaminhamos seu e mail para que uma de nossas consultoras entre em contato e possa auxilia-la no planejamento de sua próxima viagem. Obrigada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Back
SHARE

Tóquio: olimpíada, cerejeiras em flor e muito mais