Um brinde à Califórnia

[publicado em 03/01/2020]

A Califórnia é famosa no mundo não só pelas praias ensolaradas, parques temáticos e cidades charmosas com grande oferta de diversão, mas também por proporcionar memoráveis experiências enogastronômicas. Com quase 150 regiões produtoras de vinho reconhecidas internacionalmente e mais de 4 mil vinícolas, o estado americano é um dos principais destinos do mundo para enólogos e amantes dos vinhos.

As cerca de 100 variedades de uvas cultivadas ali se adaptam aos diferentes tipos de solo e são beneficiadas pelo sol que aparece quase todos os dias do ano. Entre as variedades de brancos, os vinhos produzidos a partir da uva Chardonnay são bem populares, mas também fazem sucesso Sauvignon Blanc, Pinot Gris, Riesling, Moscatel… Entre os tintos, Cabernet Sauvignon, Pinot Noir, Syrah, Merlot, Malbec, Tempranillo, Cabernet Franc…

[su_image_carousel source=”media: 5203,5200,5208″ link=”image” speed=”slow” image_size=”full”]

Muita gente conhece, até porque virou filme (O Julgamento de Paris, de 2008), a história da degustação às cegas com vinhos franceses e vinhos californianos, realizada em 1976, que deu a estes últimos a fama mundial. Na degustação, os jurados franceses elegeram como melhores os tintos e brancos californianos, elaborados com Cabernet Sauvignon e Chardonnay, em comparação com os melhores franceses. Era o que bastava para colocar a produção local no ranking dos melhores vinhos do planeta e a região no topo da lista do turismo enogastronômico.

As rotas de degustação pelas vinícolas da Califórnia têm um atrativo a mais: são absolutamente lindas. Muitos fabricantes organizam passeios dentro das suas propriedades para amantes do vinho vindos do mundo todo, que podem degustar rótulos premiados. O site Visit California, mantido pelo California Travel and Tourism Commission, lista 12 destinos de vinho que merecem ser conhecidos: Costa Norte, Mendocino, Gold Country, Lodi, Costa Central, Funk Zone, Santa Ynez, Temecula Valley Wine Country, Santa Cruz, San Luiz Obispo e Vale do Silício. O destaque, claro, é Napa Valley e Sonoma, de onde saíram as garrafas vencedoras da degustação às cegas.

[su_image_carousel source=”media: 5204,5205,5206,5209″ link=”image” speed=”slow” image_size=”full”]

Localizada a 1 hora ao norte de São Francisco, a região de Napa Valley e Sonoma conta com mais de 400 vinícolas – a produção da bebida teve início por ali no final da década de 1830. Grandes propriedades, amplos espaços de degustação, cidades charmosas e hospedagens elegantes acolhem os turistas. A Trilha de Silverado é famosíssima. Segundo o Visit California, são tantas vinícolas ali que se pode passar uma semana inteira no local e não conseguir visitar todas.

Cada uma das outras regiões tem suas particularidades e atrativos. O melhor destino depende da variedade de uva preferida pelo viajante. Considerada uma das áreas mais bonitas, a região vinícola do Mendocino County, além de ser menos lotada, é reconhecida pela inovação ao incorporar técnicas orgânicas em suas vinícolas boutique.

Os mais ousados podem visitar a Funk Zone, onde uma faixa estreita de armazéns reúne salas urbanas de degustação de vinho, estúdios de artistas e restaurantes descolados. San Luis Obispo, uma das primeiras regiões vinícolas da Califórnia, é o lar de vinícolas boutique familiares e rótulos bem conhecidos. E, no Vale do Silício, o vilarejo de Saratoga é o ponto central da região, com várias salas de degustação da produção local. Enfim, experiências e vinhos para todos os gostos.