Câmera, Ação!
8 hotéis de cinema

Câmera, Ação! 8 hotéis de cinema

Cinema

[Publicado em 14/02/2020]

Muitos filmes e séries já utilizaram icônicos hotéis como locação. Outros criaram hotéis fictícios só para contar suas histórias. De qualquer jeito, os corredores, suítes, piscinas e lobby sempre renderam ótimas, e algumas inesquecíveis, cenas.

Marco da cidade de Nova York, de localização espetacular na Quinta Avenida, próximo ao Central Park, o PLAZA já foi locação de vários filmes e séries: Esqueceram de Mim 2 – Perdido em Nova York (1992), com Macaulay Culkin, e o episódio de abertura da sétima temporada de Friends (1994-2004) são dois exemplos. Mais recentemente, Trapaça (2014), ótimo longa com Christian Bale, Amy Adams e Bradley Cooper, também teve cenas gravadas ali.

cinema
A famosa cena de Esqueceram de Mim 2 com Donald Trump, no Plaza de Nova York

Outro hotel queridinho da indústria cinematográfica é o CAESARS PALACE de Las Vegas, inaugurado em 1966. Seja pela decoração extravagante, inspirada no Império Romano, seja pela excelente localização, no centro do agito da cidade do pecado, o Caesars tem um currículo e tanto como locação, incluindo o fenômeno de público Se Beber, Não Case (2009), louca comédia com Bradley Cooper que encantou a crítica também.

cinema
Caesars Palace: cenário perfeito para as confusões de Se Beber, Não Case

Fora dos Estados Unidos, o LA MAMOUNIA de Marrakech, no Marrocos, também tem uma carreira e tanto nos cinemas. Aberto em 1923, foi utilizado pelo diretor Alfred Hitchcock (1899-1980) no seu O Homem Que Sabia Demais, de 1956. O segundo longa da icônica série de TV Sex and the City, lançado em 2010, também teve cenas nas instalações do hotel, que recentemente anunciou que estará fechado de maio a setembro deste ano para a maior renovação de sua história.

cinema
As protagonistas de Sex and The City 2 no ambiente luxuoso do La Mamounia

Na Europa, o ADLON KEMPINSKI, famoso hotel de luxo de Berlim, construído em 1907, foi uma das estrelas do filme Grande Hotel, de 1932, que reuniu um grande elenco de astros no elenco, incluindo as divas do cinema Greta Garbo (1905-1990) e Joan Crawford (1904-1977). Com um intrigante roteiro de mistério, Desconhecido (2011), com Liam Neeson e Diane Kruger, também foi filmado nas suas instalações.

cinema
No filme com Liam Neeson, várias cenas rodadas no Adlon Kempinski

Alguns hotéis ficaram marcados pelos filmes rodados ali. Não dá para dissociar o luxuoso PARK HYATT de Tóquio, com sua vista 360º da cidade, do novo clássico Encontros e Desencontros (2003), dirigido por Sofia Coppola, com Bill Murray e Scarlett Johansson no elenco. Suítes, elevadores, o bar, tudo tem importância no brilhante roteiro premiado com o Oscar.

cinema
No Park Hyatt, Bill Murray e Scarlett Johansson aprofundam a relação

Outro hotel bem utilizado em um filme é o GRAND WAILEA, Waldorf Astoria Resort localizado na praia de Wailea, em Maui, segunda maior ilha do Havaí. O resort serviu de locação para Esposa de Mentirinha (2011), comédia romântica com Adam Sandler e Jennifer Aniston, e a participação bem especial de Nicole Kidman. Um dos destaques do hotel é o seu parque aquático, com tobogãs, cachoeiras e piscina de correnteza.

cinema
Clima de romance entre Adam Sandler e Jennifer Aniston no Grand Wailea

Há ainda aqueles que aparecem com outro nome nos filmes, mas nem por isso deixam de ser reconhecidos. Um exemplo é o GRANDHOTEL PUPP, que fica na cidade termal de Karlovy Vary, na República Tcheca, e cuja história remonta a 1701! Em Cassino Royale (2006), o primeiro filme com Daniel Craig na pele de James Bond, suas instalações e fachada fazem o “papel” do Hotel Splendide, de Montenegro. Coisas do cinema…

cinema
Em Cassino Royale, o Grandhotel Pupp fez as vezes do hotel em Montenegro

O exemplo mais famoso, porém, é do STANLEY HOTEL, localizado no Colorado (EUA), nas proximidades do Parque Nacional das Montanhas Rochosas. O período em que se hospedou ali serviu de inspiração para Sthephen King escrever o best-seller O Iluminado, mas o filme baseado no livro, de 1980, dirigido por Stanley Kubrick com Jack Nicholson não foi gravado nas instalações do hotel – a fachada que aparece no longa é do Timberline Lodge, no estado do Oregon (EUA). Mesmo assim, turistas do mundo todo se hospedam no Stanley vivenciar a atmosfera do livro e do filme.

cinema
Jack Nicholson em O Iluminado, que não foi filmado no Stanley Hotel

Aliás, os gêneros terror e suspense adoram os hotéis. A lista é grande: Bates Motel de Psicose (1960), que não é preciso falar mais nada; Cecil Hotel, de Los Angeles, cujo passado sombrio inspirou a quinta temporada da série American Horror Story (2015); Maus Momentos no Hotel Royale (2018), com Chris Hemsworth; e até nosso querido Hotel Transilvânia (2012). Você teria coragem de se hospedar em algum deles?

cinema cinema cinema

Post anterior
Alemanha, Áustria e Beethoven
Próximo post
Marrakech e Fez: destaques do Marrocos

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Back
SHARE

Câmera, Ação! 8 hotéis de cinema