Lua de mel na África: a melhor viagem de nossas vidas

[Por Lena Hardt – Publicado em 23/05/2020]

Posso dizer que minha viagem de lua de mel no continente africano, feita com a Queensberry, foi sem dúvida a melhor da nossa vida e mais que justificou o papel de uma agência de viagens. Mesmo antes da pandemia do novo coronavírus, eu já havia mudado a maneira como planejo fazer turismo no futuro. Nesse mundo online em que vivemos, quase tudo pode ser feito sozinha, mas essa possibilidade acaba deturpando um pouco o que é viajar de férias e acabamos tendo que executar várias tarefas, enquanto deveríamos estar simplesmente de férias.   

Lua de mel
O casal no Cabo da Boa Esperança, na África do Sul
Lua de mel
Foram 21 dias de viagem pelo continente africano

[su_spacer]

Viajar com uma agência de viagens é o melhor investimento que se pode fazer na hora de planejar as férias. O serviço e a atenção fazem que você comece a relaxar mesmo antes de embarcar. Receber a informação detalhada, com o itinerário e todos os documentos organizados, reduz o estresse de ter de controlar e administrar tudo. E, com toda a ajuda para vistos, vacinas, entre outras exigências, evita erros graves que frequentemente podem ser cometidos quando se viaja por si só.

Além do mais, você fica tranquila sabendo que, se algo der errado, tem a quem telefonar para pedir ajuda. Claro, este é o serviço por excelência de um agente de viagens – alguém que está cuidando das suas férias. 

Mais do que isso, no caso da Queensberry, a atenção e o carinho da equipe ficam patentes em cada detalhe, desde a brochura que recebemos listando o dia a dia da viagem até a pasta com todos os documentos organizados de maneira clara e lógica. Além do mais, a simpatia das pessoas que recebem a gente faz com que absolutamente cada momento seja prazeroso. Até mesmo um longo voo aéreo se torna muito mais agradável, especialmente se, na chegada, você é recebido por um representante da Queensberry mesmo antes de atravessar pela imigração. 

No nosso caso, na chegada a Nairóbi, o aeroporto estava congestionado, um caos, mas, com a ajuda do representante, atravessamos por toda a burocracia sem nenhuma dificuldade. Estivemos viajando pela África por 21 dias, por diferentes países como África do Sul, Zâmbia, Botsuana, Quênia, Tanzânia e Ilha Maurício, e, repito, foi, sem dúvida, a melhor viagem da nossa vida. Toda a atenção dada com bom gosto e sutileza. Em nenhum momento nos sentimos “conduzidos” por uma agência, mas, sim, apoiados, deixando-nos a sós e livres para explorar quando e o que preferíamos, ou dando informações e dicas muito úteis quando assim desejávamos. 

[su_slider source=”media: 6503,6506,6521,6536,6526,6527,6537″ width=”1020″ height=”680″ speed=”3000″]

Acredito sinceramente que fazer turismo assim, com uma atenção personalizada, maximiza a experiência. E espero sempre, de agora em diante, somente viajar com uma agência de viagens.

Lua de mel
O casal com o ranger (guia e motorista de safári) do AndBeyond Kichwa Tembo Tented Camp, no Quênia
Pôr do sol em Livingstone (Zâmbia)

lua de mel