Pães do Mundo: receitas para saborear e “viajar”

[Publicado em 10/07/2020]

Não existe alimento cuja história esteja tão ligada às sociedades humanas quanto o pão. É um alimento simples, já que pode consistir só de farinha e água, mas também é complexo pois são impressionantes as reações biológicas de uma massa de farinha úmida.

Para entender suas origens, é preciso recuar bastante no tempo. Imaginava-se que a criação do pão e da agricultura tivesse acontecido ao mesmo tempo, há 11 mil anos, no Oriente Médio. Mas um estudo divulgado em 2018, indica que o pão chegou antes das plantações. Com base em escavações feitas na Jordânia, concluíram que há 14,4 mil anos já se fazia na região um tipo de pão sem fermento. Ainda não era exatamente pão, porque não havia fermentação, mas já chegava perto.

Seja de fermentação natural, seja industrial, e nas suas centenas de variações, o pão continua sendo o alimento mais importante da história da humanidade, e nessa matéria, trazemos para você algumas receitas de pães típicos de diversos lugares do mundo!

CHAPATI – ÍNDIA

O chapati é um dos pães mais antigos do mundo, que pode substituir o arroz nas refeições indianas. Não leva fermento, tem formato achatado e espessura fina, além de ficar pronto muito rápido na frigideira. É uma receita prática para fazer em casa!

[su_tabs][su_tab title=”INGREDIENTES” disabled=”no” anchor=”” url=”” target=”blank” class=””]• 200 gramas de farinha integral
• 120 ml + 2 colheres de sopa de água
• uma pitada de sal
• manteiga derretida[/su_tab]
[su_tab title=”MODO DE PREPARO” disabled=”no” anchor=”” url=”” target=”blank” class=””]• Peneire a farinha e o sal em um prato grande
• Faça um buraco no centro da farinha e adicione 8 colheres de sopa de água.
• Amasse bem por 15 minutos para formar uma massa macia.
• Adicione o restante da água gradualmente, amassando por mais 10 minutos.
• Deixe repousar por 30 minutos.
• Divida em 10-12 porções e modele discos finos.
• Aqueça uma frigideira e cozinhe um chapati de cada vez.
• Pressione para achatar quando pequenas bolhas aparecerem na superfície, depois vire e cozinhe do outro lado até dourar levemente.
• Pincele um pouco de manteiga de um lado e sirva.[/su_tab][/su_tabs]

CARASAU – ITÁLIA

Esse tradicional pão italiano, vem da Ilha da Sardenha. Suas folhas finas são leves e crocantes. Tradicionalmente, era um pão feito para pastores de ovelhas que ficavam ausentes por longos períodos, pois o pão durava até um ano. Ele é perfeito para um brunch!

Pães do Mundo

[su_tabs][su_tab title=”INGREDIENTES” disabled=”no” anchor=”” url=”” target=”blank” class=””]• 500 gramas de farinha de trigo
• 250 ml de água
• 10 gramas de fermento
• 1 pitada de sal[/su_tab]
[su_tab title=”MODO DE PREPARO” disabled=”no” anchor=”” url=”” target=”blank” class=””]• Misture todos os ingredientes.
• Divida a massa em três partes e deixe descansar por uma hora.
• Estenda as três partes até que estejam muito finas e coloque-as no forno a 250ºC por dois minutos.
• Quando inflarem, divida-os em duas folhas.
• Coloque novamente no forno por mais um minuto.[/su_tab][/su_tabs]

KHACHAPURI – GEÓRGIA

De várias formas e tamanhos, é um pão tradicional da Geórgia. O tipo mais comum em sua capital Tbilisi é o khachapuri Imeruli, que é redondo e coberto com queijo derretido (como uma pizza). O aroma do khachapuri pode ser encontrado nas padarias de toda a Geórgia bem como suas inúmeras variações.

Pães do Mundo

[su_tabs][su_tab title=”INGREDIENTES” disabled=”no” anchor=”” url=”” target=”blank” class=””]• 1 kg de farinha de trigo
• 20 gramas de fermento
• 500 ml de leite
• 50 ml de óleo
• 1 colher de chá de sal
• 600 gramas de queijo imeruli ralado (ou queijo feta)
• 600 gramas de queijo sulguni ralado (ou muçarela)[/su_tab]
[su_tab title=”MODO DE PREPARO” disabled=”no” anchor=”” url=”” target=”blank” class=””]• Despeje o leite morno em uma tigela e adicione o fermento.
• Depois de 10 a 15 minutos, adicione a farinha, o sal e misture.
• Cubra com um pano e coloque em local quente.
• Misture os queijos com os ovos, formando uma pasta. Divida a pasta em várias partes de 300g cada.
• Umedeça as mãos com óleo e amasse a massa novamente.
• Quando a massa aumentar, coloque o pasta de queijo e ovos no meio (300g) e feche formando uma “trouxinha”.
• Vire a “trouxinha” para baixo e estique com um rolo, estendendo a massa levemente.
• Coloque em uma assadeira e deixe assar em forno aquecido, por 20 a 25 minutos..[/su_tab][/su_tabs]

INJERA – ETIÓPIA

Sempre presente nas refeições em países como a Etiópia, Somália, Iêmen e Sudão (cada país tendo sua própria variação), o Injera é um pão achatado, fofo e úmido. Tradicionalmente, os ensopados e saladas são servidos com este pão, que na verdade, forram o prato. Para comer, utilizam o Injera no lugar dos talheres.

Pães do Mundo

[su_tabs][su_tab title=”INGREDIENTES” disabled=”no” anchor=”” url=”” target=”blank” class=””]• 1 ½ xícara de farinha de Teff (grão de origem etíope, mas pode ser encontrado no Brasil)
• 1 colher de sopa de óleo de coco
• ¼ colher de chá de sal
• 2 xícaras de água
• ½ colher de chá de fermento em pó
[/su_tab]
[su_tab title=”MODO DE PREPARO” disabled=”no” anchor=”” url=”” target=”blank” class=””]• Coloque a farinha de Teff e a água, em uma tigela e mexa bem.
• Adicione o fermento delicadamente.
• Unte uma frigideira com um fio de óleo de coco, e aqueça um pouco.
• Despeje meia xícara da massa do pão e espalhe bem, como se fosse uma panqueca.
• Após 2 minutos, coloque uma tampa para reter a umidade. Vire para dourar um pouco dos dois lados.[/su_tab][/su_tabs]

KAAK – ORIENTE MÉDIO

Popular comida de rua e que pode ser comido puro ou acompanhado de zaatar, azeite, queijo, cream cheese e etc., o kaak é típico do Líbano, mas muito encontrado também na Síria, Jordânia, Israel e Palestina. Em formato de anel, é um pão macio e coberto de gergelim. Algumas pessoas gostam de colocar canela por cima deste pão, já outras preferem mergulhar na bebida predileta.

Pães do Mundo

[su_tabs][su_tab title=”INGREDIENTES” disabled=”no” anchor=”” url=”” target=”blank” class=””]• 400 gramas de farinha de trigo
• 10 gramas de sal
• 60 gramas de fermento fresco
• 2 ovos inteiros
• 1 gema de ovo
• 20 ml de mel
• Gergelim para finalizar [/su_tab]
[su_tab title=”MODO DE PREPARO” disabled=”no” anchor=”” url=”” target=”blank” class=””]• Em uma batedeira, coloque a farinha, o sal, o fermento , 2 ovos e o mel.
• Após bater, separe em bolinhas de 110g, deixando descansar por aprox.. 15 minutos.
• Molde as bolinhas em formato de rosquinha.
• Coloque água numa panela em temperatura alta e, após ferver, mergulhe as rosquinhas rapidamente e retire.
• Passe a gema do ovo e o gergelim torrado sobre as rosquinhas e as deixe descansar por 15 minutos.
• Assar em forno baixo até dourar. [/su_tab][/su_tabs]