JE ME SOUVIENS
O Canadá francês, o orgulho das origens

JE ME SOUVIENS: O Canadá francês, o orgulho das origens

[Publicada em 25 de Maio de 2022]

Um país multicultural, com uma composição étnica composta por indígenas, britânicos e franceses entre outros, o Canadá é um destino vibrante e variado: montanhas nevadas, lagos azul-esmeralda, florestas e grandes cidades, fazem a viagem a este país, valer muito a pena!

O país é dividido em províncias. Na chamada Costa Leste estão as províncias de Ontário e Quebec e na Costa Oeste, estão as províncias de Alberta e British Columbia, ambas com atrações singulares e costumes bem diferentes. A seguir, você conhecerá um pouco mais sobre as cidades de Quebec e Montreal localizadas na província de Quebec na chamada Costa Leste Canadense, o Canadá francês que se orgulha de suas origens. Confira a nossa matéria e conheça o “Joie de Vivre” do Canadá francês!

QUEBEC CITY

Conhecida por ser a única cidade fortificada da América do Norte, é a mais francesa das cidades canadenses. Influência que se faz presente em vários aspectos, inclusive na arquitetura, com uma ambientação bucólica e charmosa.

A cidade, que é capital da província de mesmo nome, é bem tradicional e tem como lema a frase “Je me souviens” (“eu me lembro”), uma forma de cultuar a sua origem. Inclusive, essa frase pode ser encontrada nas placas dos carros, uma demonstração do verdadeiro orgulho da origem francesa.

A parte histórica se divide em Basse-Ville e Haute-Ville, cidades Baixa e Alta, que são acessadas a pé ou através de um funicular. Começando pela Cidade Alta, pode-se apreciar as belas e elegantes torres do majestoso Château Frontenac, construído em 1893 como hospedaria e que hoje é um sofisticado hotel de luxo da rede Fairmont. Nessa região, a dica é dedicar alguns momentos para apreciar o St. Lawrence River ou Rio São Lourenço a partir do Terrasse Dufferin, um enorme terraço tipo calçadão que propõe uma vista incrível! Há vários bancos para sentar e apreciar o visual. No verão há apresentações de artistas de rua por ali. Logo em frente está a Place des Arms repleta de charmosos bistrôs e a Rue des Artistes, local de exposição dos artistas locais. Mais francês impossível!

Bem perto dali encontra-se o Battlefields Park ou Parc des Champs-de-Batailles, principal parque de Quebec que reúne as Planícies de Abraham, cenário da batalha de 1759 entre franceses e ingleses que determinou o controle britânico sobre o Canadá. Com seu imenso gramado, é muito frequentado pelas famílias da cidade que apreciam piqueniques nos finais de tarde, minutos de leitura e momentos de relax à sombra de centenárias árvores. É como se fosse um “Central Park”, só que às margens do Rio São Lourenço!

Já a Basse-Ville, a área histórica, é onde se concentram as edificações em pedra de telhados coloridos que abrigam restaurantes, bistrôs, cafés, galerias de arte, lojinhas típicas e onde está a charmosa Igreja Notre-Dame-des-Victoires. A região é um verdadeiro cenário da França do séc. XVIII e considerada também como o ponto de partida para a fundação da cidade em 1608.

É em Quebec que também acontece o Carnaval de inverno mais famoso do mundo! Bem diferente do Brasil, a festa sempre acontece em temperaturas próximas ou abaixo de zero entre o final de janeiro até meados de fevereiro e conta com várias atrações como: desfiles, festas e shows musicais ao ar livre – e em temperaturas congelantes –, esportes de inverno e atrações culturais e artísticas. Tudo liderado pelo Bonhomme “o Homem bom” que é o verdadeiro líder e embaixador do Carnaval do Canadá e que está presente em quase todas as atividades.

CAMINHO DO REI

Conhecido também como Chemin du Roy, é uma histórica rota cênica entre Quebec e Montreal, que remonta a 1737 quando as autoridades decretaram que fosse construída uma “estrada real”, margeando o Rio São Lourenço, para conectar as duas maiores regiões da “Nova França”. Nesse caminho, podemos encontrar cidadezinhas charmosas em estilo francês que até parecem cenários de filmes de época, além de locais históricos e tudo isso apreciando a bela natureza durante o percurso.

No caminho, há vinhedos, museus, igrejas, restaurantes familiares, boulangeries e brasseries onde você poderá desfrutar da autêntica influência da culinária francesa. Mas um dos destaques do circuito é a antiga cidade de Cap-de-la-Madeleine, hoje um bairro da cidade de Trois-Rivière, famosa pela Basílica de Notre-Dame-du-Cap dedicada à Virgem Maria. Considerado um dos santuários mais visitados do continente, os magníficos vitrais e o órgão Casavant em seu interior, chamam a atenção dos milhares de visitantes e peregrinos que passam por ali. Outro destaque é a Vila de Grondines onde há o Moulin à Vent de Grondines, um moinho de vento construído em 1674 com uma belíssima vista do Rio São Lourenço.

MONTREAL

Com seu estilo de vida agitado, mas circundada pelos encantos da natureza e do Rio São Lourenço, a cidade de Montreal, localizada na Ilha de Montreal, é cosmopolita e hospitaleira e consegue preservar todo o charme de um vilarejo, ao mesmo tempo que oferece atrações de uma cidade grande e moderna. Originalmente chamada de Ville-Marie ou “Cidade de Maria”, a cidade foi renomeada para Montreal em homenagem ao Mont-Royal, localizado em um parque no centro da cidade de onde se tem uma vista panorâmica incrível.

São inúmeras as atrações em Montreal, mas destacamos a Basílica de Notre-Dame de Montreal, primeira igreja em estilo neogótico construída no Canadá. Concluída em 1829, é uma réplica perfeita da Notre-Dame de Paris. Seus vitrais e pinturas religiosas deixam os visitantes maravilhados!

Há também o Biodôme de Montreal, um museu vivo combinando um zoológico, aquário e jardim, que permite aos visitantes percorrer réplicas de quatro ecossistemas encontrados nas Américas.

Já para compras, a dica é visitar a Rue St. Catherine que é o centro comercial de Montreal e atravessa a cidade de leste a oeste. Há desde outlets e lojas de lembrancinhas simples até loja de designers sofisticados e de grifes internacionalmente famosas. Caminhar por ela é desfrutar de uma experiência diferente em cada esquina. É ali que também se concentram os restaurantes, bares e cafés dando vida às calçadas e trazendo um clima bem descontraído e agradável.

Mas há um local inusitado, também para compras, que é o Réso, como é chamada oficialmente a “cidade subterrânea”. Trata-se de uma rede de quase 32 quilômetros de caminhos subterrâneos e túneis que ligam shoppings, estações de metrô e edifícios. São cerca de 2.000 lojas, museus, arena de hóquei no gelo, cinema, casas noturnas e inúmeros restaurantes!

Mas se você quiser desfrutar da vida noturna da cidade em uma ilha próxima dali, se divertir e ainda tentar a sorte, o melhor lugar é o Cassino de Montreal! Ele fica na Ilha de Notre-Dame, uma das ilhas periféricas da região, no bairro de Ville-Marie, e é o maior cassino do Canadá e um dos maiores do mundo. Em seus vários andares, o local oferece mais de cem mesas de jogos, três mil máquinas de caça-níqueis, vários shows, restaurantes e bares. Imperdível! É nessa ilha que também se encontra o Circuito Gilles Villeneuve, palco do Grande Prêmio do Canadá de Fórmula 1.

Outra atração imperdível é o Festival Internacional de Jazz de Montreal que neste ano terá a sua 42ª edição acontecendo de 30 de junho a 09 de julho. Com concertos indoor e outdoor, serão mais de 350 shows de artistas canadenses e internacionais.

Ficou com vontade de conhecer a Costa Leste Canadense? Confira o nosso programa GBM – Grupos Brasileiros no Mundo “As Maravilhas da Costa Leste Canadense”, que oferece acompanhamento de guia brasileiro em um roteiro cuidadosamente planejado e com hotéis bem localizados, e deixe-se levar pelo encantos do Canadá francês!

Post anterior
Amsterdã: colorida, envolvente e cativante
Próximo post
O MELHOR DO CARIBE - COM A PREMIADA WINDSTAR CRUISES

6 Comentários

  1. ALVARO FURTADO
    1 de agosto de 2022 de 16:29 — Responder

    QUANDO HAVERÁ PARTIDAS? QUAL O CUSTO ESTIMADO PARTE ÁEREA E TERRESTRE

    • Queensberry Viagens
      2 de agosto de 2022 de 07:35 — Responder

      Olá Alvaro! Agradecemos sua mensagem e pedimos que aguarde o contato da nossa equipe de atendimento!

  2. Claudia Reis
    13 de julho de 2022 de 21:56 — Responder

    Boa noite
    Gostaria de saber o preço do pacote.

    • Queensberry Viagens
      14 de julho de 2022 de 07:29 — Responder

      Olá Claudia! Nossa equipe entrará em contato com você para mais detalhes e informações.

  3. Elizabeth
    13 de julho de 2022 de 21:43 — Responder

    Há alguma viagem , em Slow Travel p esse roteiro?

    • Queensberry Viagens
      14 de julho de 2022 de 07:25 — Responder

      Olá Elizabeth! Agradecemos a sua mensagem e pedimos que aguarde o contato da nossa equipe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Back
SHARE

JE ME SOUVIENS: O Canadá francês, o orgulho das origens