ANDALUZIA: BELEZA, TRADIÇÃO, FLAMENCO E MUITO MAIS!

[Publicado em 31 de Outubro de 2022]

Destino que lembra música, arquitetura, ótima gastronomia e muita alegria, a Espanha é um país em constante movimento que recebe os mais diversos tipos de viajantes, dos mais aventureiros aos mais contemplativos. É impossível não se apaixonar pelas belas praias, monumentos históricos, sua cultura singular influenciada pelos celtas, latinos e até islâmicos, e também suas províncias com atrações para todos os gostos.

Vibrante destino localizado no sul do país, terra de saborosos azeites, leques bordados e vestidos vermelhos, a Andaluzia é um destino charmoso que com sua rica herança árabe, bem notável em sua arquitetura, oferece uma atmosfera fascinante e repleta de força em seus vilarejos medievais recheados de história, beleza e surpresas. A região é também o berço do icônico flamenco!

Essa envolvente dança que possui vários acessórios indispensáveis como a castanhola, leque, xale, bastão, flores – que fazem alusão ao cravo vermelho, flor-símbolo da Espanha – e o belo “Traje de Gitana” que são os vestidos coloridos, rodados e cheio de babados, é, sem dúvida, a expressão máxima da tradição e musicalidade da região. Podemos dizer que o flamenco é o orgulho dos espanhóis e a própria alma da Andaluzia!

Ao visitar essa fascinante região, prepare-se para passear por admiráveis palácios, catedrais e fortalezas, provar as deliciosas tapas – petiscos e aperitivos – e vinhos como o licoroso Jerez, e conhecer pessoas com uma alegria contagiante que não se encontra em outros lugares.

SEVILHA – A CHARMOSA CAPITAL

A capital Sevilha é marcante e muita gente define como sendo especial. Seja pela grandiosidade dos seus monumentos e encanto dos seus bairros, seja pela influência de vários povos ao longo dos séculos, ou até mesmo pelo som da sua música e do flamenco bem presente no dia-a-dia dos sevilhanos.

Resultado da mistura das culturas cigana e moura, com influência dos árabes e judeus, é fácil apreciar essa fusão de dança, voz, expressão e sentimento nos numerosos tablaos – casas de apresentações da dança – ou nas peñas, associações culturais dedicadas ao flamenco. Há muitos artistas pelas ruas e rodas de amigos nos bares cantando, dançando e criando uma atmosfera única e encantadora.

VOCÊ SABIA?
A Catedral de Sevilha, a maior da Espanha, já foi uma mesquita. A Torre Giralda, campanário da catedral, é o minarete da antiga mesquita e seu nome tem origem na escultura de bronze que está em seu topo, o Giraldillo, símbolo do triunfo do cristianismo sobre a fé muçulmana.

Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, é no Real Alcázar de Sevilha, um complexo de palácios fortificados construído pelos mouros, onde estão retratados mais de mil anos da história espanhola. Grande parte do que se vê no Real Alcázar tem base na arquitetura mudéjar, um estilo que mescla diferentes elementos românicos, góticos e renascentistas aliados a técnicas islâmicas. Em resumo, é a expressão muçulmana adaptada ao mundo cristão. Seus exuberantes jardins e outras áreas do complexo, serviram de cenário para a série Game of Thrones e nos dias de hoje, os níveis superiores da construção servem à família real como residência oficial em Sevilha. Uma atração pra lá de imperdível e com muita riqueza histórica!

E que tal um passeio de barco pelo tranquilo canal da Praça de Espanha? Localizada no Parque Maria Luísa, a imensa praça em forma oval que se abre como se fosse um abraço e que já foi locação de filmes como Lawrence da Arábia e Star Wars, tem um grande edifício central emoldurado por torres de estilo barroco. É uma obra monumental e emblemática que foi construída para a Exposição Ibero-Americana de 1929. Um dos principais atrativos da praça é o canal e suas quatro pontes, que simbolizam o número de reinos que se juntaram para formar o país – Castela, Aragão, Navarra e Leão – e também seus bancos e painéis de mosaicos de azulejos que representam todas as províncias espanholas. Para cada província, uma arte diferente. Vale apreciar cada uma delas!

Se você aprecia um belo pôr-do-sol, a parada obrigatória é no Metropol Parasol. Conhecido também como Setas de Sevilla, é uma construção moderna, de madeira, com vários níveis e localizada na Praça da Encarnação, na parte antiga da cidade. No subsolo, está o Museu Antiquarium com vestígios arqueológicos descobertos durante e escavação e nos outros níveis encontram-se um tradicional mercado, restaurante e espaço para eventos. No nível superior estão várias passarelas e um mirante, que permite apreciar uma vista incrível de Sevilha, seja no pôr-do-sol ou à noite quando os outros monumentos e atrações da cidade ficam iluminados!

MÁLAGA, TERRA NATAL DE PICASSO

Com ótimas praias e um clima bem particular na Andaluzia, praticamente tropical, a cidade é verde e exuberante. Em seus arredores brotam mangas, abacates, carambolas, abacaxis e outras frutas consideradas exóticas na Espanha. A variedade de produtos encontrados em Málaga, como frutos do mar e outros, faz com que se coma maravilhosamente bem. É uma cidade que lembra Barcelona em miniatura, com menos agito mas com todos os seus charmes. É feita para o pedestre, com ruas fechadas para carros e pode ser desvendada a pé, com surpresas que vão de ruínas a belos castelos medievais.

As marcas da presença moura são bem visíveis também em Málaga, com destaque para a Alcazaba, uma fortaleza estrategicamente construída durante o período Nasrid na parte mais alta da cidade. Conhecida como “Pequena Alhambra”, é a fortaleza mais bem preservada de toda a Espanha, com elegantes jardins, fontes e labirínticos caminhos. Localizado numa posição ainda mais alta que a Alcazaba, está o Castelo de Gibralfaro, que oferece uma vista impressionante do porto e da cidade.

Cidade natal de Antonio Banderas, Málaga também tem um outro filho ilustre: Pablo Picasso. Orgulhoso da sua cidade, não era segredo o desejo que ele tinha de instalar ali um museu com suas obras, o que foi feito 30 anos após a sua morte. A coleção inclui mais de 230 obras de arte entre pinturas, esculturas, desenhos, trabalhos gráficos e cerâmicas que mostram as inovações revolucionárias de sua carreira, bem como a grande variedade de estilos, materiais e técnicas usadas pelo artista. O Museu Picasso de Málaga fica no coração histórico da cidade, bem perto da Catedral e do Teatro Romano, oferecendo exposições temporárias e várias atividades como workshops, concertos, séries de filmes e visitas guiadas.

Ainda falando sobre arte, entre o porto e a Playa de la Malagueta, há o Centre Pompidou Málaga, filial espanhola do Centre Pompidou de Paris. Inaugurado em 2015 para funcionar temporariamente, o museu contemporâneo em forma de cubo multicolorido ostenta obras de Kandinsky, Chagall, Miró, Picasso, entre outros. A previsão é que o museu fique na cidade até 2025, mas muitos torcem para que a parceria firmada com a cidade de Málaga, que já foi prorrogada anteriormente, seja definitiva.

DICA
Estando em Málaga no verão, ao fazer uma pausa durante seu passeio, não deixe de provar o popular e famoso Tinto de Verano, um drink espanhol tão consumido quanto a tradicional sangria, mas com um charme a mais. É uma alternativa encontrada pelos espanhóis para degustar seus apreciados vinhos tintos em dias de muito calor. É super refrescante e o sabor é incrível!

A MAIS ÁRABE DA ANDALUZIA: GRANADA

Foi nessa cidade, aos pés dos magníficos picos da Sierra Nevada, que em 1492, os reis católicos Fernando de Aragão e Isabel de Castela puseram fim aos 781 anos de domínio islâmico na Península Ibérica, e, provavelmente não exista em nenhuma outra cidade espanhola a presença moura tão forte como em Granada. É o caso do complexo palaciano e fortaleza de Alhambra, o Generalife que era o palácio de verão dos Nasridas reinantes, e o bairro de Albaicín, considerados Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

No topo de uma colina, o inigualável conjunto de edifícios de Alhambra é um dos mais impressionantes monumentos mouros da Europa, sendo o complexo, que abriga fortaleza, palácios e jardins, a maior atração da cidade. Ali, a riqueza de detalhes nos pórticos, salões, janelas e pátios internos muito bem preservados, mostra um tempo de conquistas dos mouros e o esplendor legado por eles.

Outro destaque, no centro da cidade e próximo da catedral, é um antigo mercado de seda conhecido como Alcaicería. Verdadeiro labirinto de ruas estreitas cheias de histórias e lojas com grande variedade de produtos, é excelente para se fazer compras.

Perto dali, a Praça Bib-Rambla é um dos locais mais históricos de Granada. No passado, era o lugar onde aconteciam as festas públicas e infelizmente, sangrentas touradas. Atualmente, é repleta de bares e cafés transmitindo um clima alegre e vibrante como todas as cidades da Andaluzia.

Permita-se vivenciar as gratas surpresas desse envolvente destino com muito conforto, segurança e a qualidade que só Queensberry oferece. Para mais informações sobre essas e outras belas cidades espanholas, fale conosco ou consulte seu agente de viagens. Andaluzia: simplesmente apaixonante!